Postes terão que contar com sistema de proteção

Acidentes com rede elétrica poderiam ser evitados por sistema
Em 26 mar, 2018 13:08h por ascom | Categoria: Geral
None

Mortes e acidentes que poderiam ser evitados com um sistema de proteção. Esta é a motivação do deputado Iranildo Campos, que apresentou recentemente na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), o projeto de lei 3938-2018, que determina a mudança e instalação de sistema de proteção para proteção de corrente de rede de baixa tensão.

O deputado argumenta com exemplos como a morte do baixista do grupo Affrorregae, além do folião em São Paulo, ambos mortos com choques elétricos ao encostarem em postes. “São mortes que não deveriam acontecer. Cabe ao estado zelar pelas pessoas”, afirmou o parlamentar.

Pelo projeto, todos os postes, pilares, colunas e afins, instalados em vias públicas e privadas, que tenham utilização por órgãos públicos ou concessionárias de serviços terão que contar com sistema de proteção em até dois anos após a aprovação da lei.  No caso dos postes já em utilização, as empresas terão prazo de até cinco anos para fazer a troca do sistema.

“O projeto busca estabelecer prazo satisfatório para a adaptação dos projetos das instalações elétricas, tanto dos projetos em construção, como a troca dos antigos e preparação dos novos já adaptados ao novo sistema, mas que serão entregues no curto prazo em relação à data de publicação da lei”, reforçou Iranildo.

Fotos

None