Iranildo Campos é escolhido relator da CPI das UPPs

Alerj vai investigar gastos e propor melhorias para o programa de Polícia Pacificadora
Em 08 mar, 2018 16:52h por ascom | Categoria: Geral
None

O deputado estadual Iranildo Campos (PSD) foi eleito por unanimidade, na última quarta-feira (7), relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar as Unidades de Polícia Pacificadoras (UPPs) do Estado do Rio.

A CPI foi criada com o objetivo de se debruçar sobre o atual funcionamento das unidades e analisar os os resultados das UPPs. A Comissão terá 90 dias, prorrogáveis por mais 60, para concluir os trabalhos. Nos planos do colegiado está uma auditoria minuciosa no contrato de locação de carros da PM e nas compras dos contêineres onde foram instaladas as unidades policiais.

De acordo com Iranildo, não é o momento de apontar culpados, mas se debruçar sobre todos os problemas enfrentados pelos policiais e apurar as denúncias.

“Não vamos fazer desta CPI palanque político. Queremos estudar a fundo todos os problemas das UPPs, onde deram errado, o que aconteceu e ouvir os responsáveis. É uma ampla discussão, com participação do parlamento, policiais e até do Ministério Público e Poder Judiciário”,

A comissão voltará a se reunir nas próximas semanas para apresentar uma pauta de convocações a serem feitas. Os nomes do ex-secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, e do ex-governador Sérgio Cabral foram citados como possíveis convocados.

Fotos

None None